.

.

04 junho 2015

Sobre o Dia Mundial da Criança no município de Salvaterra de Magos

A Câmara Municipal de Salvaterra de Magos (CMSM) decidiu assinalar o Dia Mundial da Criança com a organização do Festival Muuu no passado domingo, dia 31 de Maio, no Largo dos Combatentes em Salvaterra de Magos. Saudamos naturalmente a iniciativa e o tipo de actividades desenvolvidas, essencialmente lúdicas e apropriadas para as idades dos participantes ao contrário, por exemplo, do que aconteceu noutro município do nosso país onde as crianças andaram a brincar (como se tal fosse possível!) aos motins e aos polícias de choque o que merece o nosso total e completo repúdio.

Voltando a Salvaterra de Magos existem uma série de observações e de sugestões que queremos fazer. Ao invés do que aconteceu no ano passado, com Salvaterra de Magos e Marinhais, as comemorações do Dia Mundial da Criança de 2015 realizaram-se apenas na localidade sede do município. Sem conhecermos o número de participantes arriscamos afirmar que o número terá sido menor do que em 2014 devido a essa condicionante geográfica. Se a ideia era centralizar o evento parece-nos óbvio que Marinhais é a freguesia mais central do concelho e que, nesse sentido, seria de mais fácil e curto acesso a todos aqueles que quisessem aderir. Inicialmente até pensámos ter percebido a escolha. Afinal, a srª presidente da Junta de Freguesia de Marinhais tem arrancado tudo aquilo que sejam árvores do espaço público - a única excepção é mesmo o histórico plátano situado no Largo da República e apenas porque o mesmo, contra a sua vontade, foi classificado por iniciativa e apoio da oposição como Património de Interesse Público - e não há um espaço condizente na freguesia para a realização deste género de eventos.

No entanto, somos da opinião que a escolha do Largo dos Combatentes também não terá sido a mais feliz devido à falta de árvores e de sombras que o espaço não dispõe, assim como a do próprio piso. Parece-nos que o espaço em redor das Piscinas Municipais com árvores, sombras e relva teria sido bem mais apropriado para as crianças usufruírem num dia quente de Primavera já a fazer lembrar o Verão. Fica a sugestão para o próximo ano. O ideal na nossa óptica até seria a utilização das piscinas para jogos lúdicos que envolvessem água, embora percebamos que possam eventualmente não existir condições humanas, físicas e logísticas por parte do município para a realização dos mesmos em condições de segurança.

Outro aspecto que também não podemos deixar passar em claro é a ausência de transportes assegurados pela autarquia para o evento o que poderá ter afastado bastantes participantes, nomeadamente das freguesias mais distantes da sede do município. Nem todos os pais e encarregados de educação possuem transporte próprio e, sabendo-se que aos fins-de-semana os transportes públicos são bastante reduzidos no concelho, a autarquia podia e devia ter disponibilizado um ou mais autocarros, conforme o número de interessados, algo que se poderia saber previamente em articulação com os estabelecimentos de ensino.

Sabemos que o sr. presidente da CMSM manifesta grande dificuldade na recepção de opiniões e críticas de terceiros, em especial quando vêm da oposição. Fazemos votos para que, pelo menos neste caso concreto, as nossas sugestões que nos parecem relativamente simples e exequíveis venham a ser ponderadas, aceites e melhoradas por parte de quem tem o poder de decisão e de executar, de forma a que as nossas crianças possam no próximo ano ter um dia ainda mais colorido e divertido.


Salvaterra de Magos, 3 de Junho de 2015 

O vereador da CDU, 
João Pedro Caniço

Sem comentários:

Enviar um comentário